‘Tudo aponta para uma crise’, diz Bolsonaro no Facebook sobre decisões de Cortes

O presidente Jair Bolsonaro escreveu neste sábado (30) no Facebook que “tudo aponta para uma crise”, ao comentar decisões recentes do Supremo Tribunal Federal (STF), do Tribunal de Contas da União (TCU) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que miram a família, aliados e a sua campanha presidencial em 2018. “Primeiras páginas dos jornais abordaram […] O post ‘Tudo aponta para uma crise’, diz Bolsonaro no Facebook sobre decisões de Cortes apareceu primeiro em ISTOÉ Independente.

O presidente Jair Bolsonaro escreveu neste sábado (30) no Facebook que “tudo aponta para uma crise”, ao comentar decisões recentes do Supremo Tribunal Federal (STF), do Tribunal de Contas da União (TCU) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que miram a família, aliados e a sua campanha presidencial em 2018.

“Primeiras páginas dos jornais abordaram com diferentes destaques, as decisões envolvendo a atuação do Supremo Tribunal Federal, da Polícia Federal, do Tribunal de Contas da União e do Tribunal Superior Eleitoral em relação ao governo Bolsonaro e seus aliados”, escreveu o presidente.

A primeira notícia destacada por Bolsonaro foi o encaminhamento, pelo ministro Celso de Mello, à Procuradoria-Geral da República (PGR) de um pedido de investigação contra o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) por crime de incitação à subversão da ordem política ou social. A prática está prevista na Lei de Segurança Nacional.

A notícia-crime foi protocolada na Corte para investigar as declarações de Eduardo de que não se trata de uma questão de “se”, mas sim de “quando” Bolsonaro adotará uma “medida energética” após operação da Polícia Federal no inquérito das fake news atingir aliados do Planalto.

Bolsonaro também observou que os principais jornais do País destacaram o pedido da Polícia Federal para prorrogar, por mais 30 dias, as investigações do inquérito que apuram se o presidente da República tentou interferir politicamente na corporação, conforme acusou o ex-juiz federal Sérgio Moro.

O presidente da República ainda destacou reportagem publicada na edição deste sábado do Estadão, informando que o avanço do inquérito das fake news deve chegar ao núcleo próximo do Palácio do Planalto. A expectativa de integrantes do STF é a de que, se em um primeiro momento Moraes optou por focar nos tentáculos operacionais do “gabinete do ódio”, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) deve ser atingido já na etapa final do inquérito, com o aprofundamento das investigações.

Como revelou o Estadão, o “gabinete do ódio” está instalado dentro da estrutura do gabinete do presidente. “Estadão noticia que o gabinete do ódio também entrou na mira do Tribunal de Contas da União. O subprocurador, Lucas Furtado, ingressou com uma representação para que o plenário do TCU analise se a ação do grupo de servidores é financiada, ou não, por recursos públicos. O grupo teria 23 servidores trabalhando na assessoria especial do gabinete presidencial”, escreveu Bolsonaro.

Leia Também:

Ações

Outra reportagem mencionada é a que informou que o inquérito das fake news pode pavimentar o caminho da cassação de Bolsonaro no TSE. A avaliação entre ministros do Tribunal é a de que, caso seja autorizado, um compartilhamento das provas do STF com a Justiça Eleitoral deve dar um novo fôlego às investigações sobre disparo de mensagens em massa na campanha presidencial de Bolsonaro em 2018. A possibilidade de essas ações serem “turbinadas” com o inquérito das fake news do Supremo já acendeu o sinal de alerta do Palácio do Planalto.

O PT já pediu ao relator dos processos, ministro Og Fernandes, o compartilhamento das provas do Supremo com o TSE. Og vai ouvir Bolsonaro e o Ministério Público Eleitoral antes de decidir.

O compartilhamento de provas do Supremo com o TSE já aconteceu nas ações que investigavam a chapa presidencial de Dilma Rousseff e Michel Temer em 2014, mas a maioria dos ministros desconsiderou na etapa final do julgamento provas as colhidas por concluir que elas eram “alheias” ao objeto inicial da investigação.

Ex-ministros do TSE e advogados eleitorais ouvidos reservadamente pela reportagem apontam que, desta vez, as provas colhidas no inquérito das fake news têm relação com as investigações em curso na Justiça Eleitoral.

O post ‘Tudo aponta para uma crise’, diz Bolsonaro no Facebook sobre decisões de Cortes apareceu primeiro em ISTOÉ Independente.

[original-link-rel='nofollow']Notícia da fonte[/original-link-rel='nofollow']

Compartilhar

Deixe seu comentário

Postagens recentes

Luana Piovani está com covid-19

Luana Piovani testou positivo para covid-19. O resultado do exame, segundo a atriz, saiu na…

8 minutos Atrás

Homem é preso por estuprar criança de 10 anos em área de mata na Zona Norte

Manaus – Um homem de 49 anos foi preso na manhã de domingo (20), suspeito…

12 minutos Atrás

Sem salário há 3 meses, vigilantes cruzam os braços no HPS João Lúcio

Manaus – Vigilantes da empresa Millenium Segurança, que prestam serviço para o Governo do Amazonas,…

16 minutos Atrás

++ Itália cortará um terço dos parlamentares, diz boca de urna +

ROMA, 21 SET (ANSA) – Uma pesquisa de boca de urna indicou a vitória do…

16 minutos Atrás

Partida do Tottenham pela Copa da Liga Inglesa pode ser cancelada

Leyton Orient, adversário do time de José Mourinho, divulgou um comunicado em que afirma ter…

17 minutos Atrás

Dólar sobe mais de 2% ante o real com aversão ao risco no exterior

A forte aversão ao risco no exterior atinge em cheio o início dos negócios no…

20 minutos Atrás

Após vai e vem judicial, escolas particulares podem reabrir no DF

Mais de seis meses após a suspensão das aulas presenciais nas escolas públicas e particulares…

20 minutos Atrás

A Força do Querer: Ruy e Zeca são levados por correnteza e têm destino selado por índio

A Globo estreia na noite desta segunda-feira na sua programação a reprise de A Força…

21 minutos Atrás

Lagarde: transição desordenada para economia de baixo carbono pode trazer riscos

Uma transição desordenada para a economia de baixo carbono pode trazer riscos sistêmicos relevantes, afirmou…

23 minutos Atrás

‘Apadrinhado’ por Barrichello, piloto pernambucano sonha com futuro na Indy

O pernambucano Kiko Porto, de 17 anos, traçou um objetivo na carreira diferente dos demais…

25 minutos Atrás

Blogueiro investigado mantinha grupo com deputados bolsonaristas

O blogueiro Allan dos Santos, apontado como autor de mensagens em que sugere ‘a necessidade…

25 minutos Atrás

O que é o treinamento de olfato que combate um dos sintomas da covid-19

"É como se uma barreira invisível separasse você da realidade", diz Saulo. "É como se…

26 minutos Atrás

Gabinete da China apresenta medidas para impulsionar novas formas de consumo

O gabinete da China divulgou nesta segunda-feira orientações para novos tipos de consumo, ...

26 minutos Atrás

Militares russos participarão de exercício militar em Belarus

O Ministério da Defesa de Belarus anunciou que cerca de mil militares russos participarão de…

26 minutos Atrás

Governo oferece ajuda para bancar custos de bombeiros enviados ao Pantanal

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, informou nesta segunda-feira (21) que o…

27 minutos Atrás

PA: Cacique Edilson Tembé da aldeia Acará-Mirim é assassinado

O cacique Edilson Tembé dos Santos da aldeia Acará-Mirim, em Tomé-Açú, no Pará, foi assassinado…

27 minutos Atrás

Ransomware paralisa atividade de hospital na Alemanha e causa morte de paciente

Ataque a hospital na Alemanha paralisou suas atividades; paciente em estado grave foi transportado e…

28 minutos Atrás

Whats Notícias, usa os cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.