Felipe Melo rejeita polarização política: ‘Importante é a união contra a guerra’

O zagueiro, volante e capitão do Palmeiras, Felipe Melo, quer que o Brasil diminua a polarização política e se una para superar a pandemia do novo coronavírus. O jogador de 36 anos disse em entrevista exclusiva ao Estadão que mantém o apoio ao presidente Jair Bolsonaro e lamentou que o País esteja muito fragmentado pelas […] O post Felipe Melo rejeita polarização política: ‘Importante é a união contra a guerra’ apareceu primeiro em ISTOÉ Independente.

O zagueiro, volante e capitão do Palmeiras, Felipe Melo, quer que o Brasil diminua a polarização política e se una para superar a pandemia do novo coronavírus. O jogador de 36 anos disse em entrevista exclusiva ao Estadão que mantém o apoio ao presidente Jair Bolsonaro e lamentou que o País esteja muito fragmentado pelas diferenças partidárias no momento de crise de saúde.

Em isolamento na sua casa de praia em Paraty (RJ), o jogador tem a companhia da mulher e dos filhos e mantém contatos com o Palmeiras para executar uma rotina de treinos. O capitão do time defende que o futebol não pode ter pressa para voltar e elogiou a postura da diretoria do Palmeiras de negociar com o elenco uma redução salarial de 25% para evitar a demissão de outros funcionários.

Como você está sem o futebol?

É complicado porque não tem a rotina de vestiário e de campo, de ir todo dia para lá, encontrar seus amigos, ter a resenha, jogar, treinar. Confesso que de nenhuma forma as concentrações me trazem saudade. Para ser sincero, com 36 anos não sinto falta disso, mas tenho muita saudade do vestiário. Apesar de os filhos estarem comigo e de jogarmos todos os dias, não é a mesma coisa.

Como capitão, qual foi o seu papel na negociação coletiva do elenco para reduzir os salários?

Eu não gosto de falar só de mim. Todos nós fomos essenciais nessa questão. Eu como capitão da equipe tive de “tirar o carro da frente”. Mas todos participaram. A verdade é que tanto o Anderson Barros (diretor de futebol), como nosso presidente (Mauricio Galiotte), o Cícero (Souza, gerente de futebol) e o (Vanderlei) Luxemburgo foram essenciais quando chegaram e falaram: “O Palmeiras não vai mandar funcionário embora”. Em minutos, todos os jogadores deram aval e pensamos em ajudar as famílias dos funcionários. A gente tem visto situações de grandes clubes mandando embora funcionários que ganham R$ 1,5 mil. Isso é covardia, porque acaba com a vida de uma pessoa que tem anos de clube e com a vida das pessoas que são sustentadas por ela. O Palmeiras foi correto nesse ponto. Teve tantos patrocinadores que saíram dos seus clubes e os nossos patrocinadores mantiveram seu posto, para que o Palmeiras pudesse manter seus funcionários. Isso é muito importante.

A sua família está cumprindo as orientações de isolamento?

Tenho uma avó com 75 anos, que está no grupo de risco. Meu pai e minha mãe estão tomando todas as precauções, ficando em casa, usam máscaras, luvas e álcool em gel. A gente entende que tomar esses cuidados são importantes porque protegem eles e os outros também. Mas confesso que minha preocupação não é tanto com eles, porque são pessoas que têm condição boa e se cuidam muito. Eu já vi reportagens que mostraram mortes em favela. A gente está em uma guerra. Temos de tomar todas as precauções.

Você acredita que o futebol precisa ter paciência para voltar?

Eu creio que o Palmeiras está agindo de forma cirúrgica. Em nenhum momento ele vai fazer nada que não seja algo autorizado pelo prefeito, governador e a OMS (Organização Mundial de Saúde). A gente não vai peitar ninguém. É claro que a gente quer voltar. Eu sou a favor da volta do futebol, mas com precaução e segurança para todo mundo. Tem de voltar com toda a segurança possível. Nada tem de ser feito com pressa.

Leia Também:

Alguns times já voltaram a treinar. Eles não podem estar em vantagem?

É claro que quem voltou pode estar um passo à frente demais, mas ninguém está parado. Assim como nós, do Palmeiras, estamos fazendo nossos trabalhos de casa, outros também têm feito. No Campeonato Brasileiro todos vão estar no mesmo patamar.

O que você acha das notícias sobre o Brasil?

Não acompanho, não vejo nada. A gente não vê notícias. Tem uma briga política tão grande, né cara? Eu não entendo nada de política. A minha prioridade é não deixar os meus filhos assustados. Minha prioridade é ajudar quem mais precisa. Só vejo televisão para ver futebol ou filme.

Apesar de não acompanhar, você sempre se posicionou politicamente.

Tem certas pessoas que, quando se assumem para direita, esquerda ou “centrão”, acabam tomando uma pedrada maior. Mas a verdade é que qualquer coisinha que eu faço já tomo pedrada. Então, uma pedrada a mais ou a menos. O momento não é de falar de política. O importante agora é união, para acabarmos com essa guerra, com esse vírus que está levando tantas pessoas. É hora de união do Brasil e do mundo.

Você gostaria de ser técnico?

Penso em continuar dentro do futebol no futuro. Se vou ser treinador, comentarista, diretor, aí eu não sei. Não tenho uma prioridade. Minha prioridade é continuar no futebol.

O post Felipe Melo rejeita polarização política: ‘Importante é a união contra a guerra’ apareceu primeiro em ISTOÉ Independente.

[original-link-rel='nofollow']Notícia da fonte[/original-link-rel='nofollow']

Compartilhar

Deixe seu comentário

Postagens recentes

Enola Holmes: Vídeo de bastidores mostra cenas do set e depoimentos legendados

A Netflix divulgou um vídeo legendado de bastidores de "Enola Holmes", que, na véspera da…

14 minutos Atrás

Tottenham se reunirá com agentes de Milik nesta quarta-feira

Encontro está agendado e José Mourinho deve ter seu reforço para o ataque O post…

15 minutos Atrás

Arthur Gomes revela distrações para voo longo e fala sobre ‘mentalidade de vitória’ do Santos na Libertadores

Elenco santista encarará nove horas de viagem rumo ao Equador, para encarar o Delfin, nesta…

15 minutos Atrás

Meia Ruy é oficializado como novo reforço do Náutico

O Náutico tem mais um reforço para a temporada 2020. Trata-se do meia Ruy, com…

15 minutos Atrás

Meia Ruy é oficializado como novo reforço do Náutico

Através das redes sociais, o meio-campista mandou um recado ao torcedor do Timbu O post…

17 minutos Atrás

Leeds United, time de Bielsa, está próximo da contratação de zagueiro da seleção espanhola

Comandado por 'El Loco' Marcelo Bielsa, o Leeds segue se reforçando para disputar o Campeonato…

17 minutos Atrás

Abdib: encampação da Linha Amarela traz estragos para além do setor rodoviário

A Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib) demonstrou preocupação ...

18 minutos Atrás

Macron diz que pressão máxima dos EUA sobre Irã não está funcionando

A campanha dos Estados Unidos de pressão máxima sobre o Irã fracassou até agora, disse…

18 minutos Atrás

Leeds United, time de Bielsa, está próximo da contratação de zagueiro da seleção espanhola

Diego Llorente, da Real Sociedad, tem acerto com o clube do Campeonato Inglês por 20…

20 minutos Atrás

CNJ aprova restrição para soltura de presos por covid-19

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovou hoje (22) a resolução que restringiu os casos…

20 minutos Atrás

Arthur Gomes comemora boa atuação contra o Botafogo, mas lamenta empate

O atacante Arthur Gomes foi um dos destaques do Santos no empate sem gols do…

22 minutos Atrás

Prefeitura de Guayaquil inabilita estádio e jogo do Fla pela Libertadores pode ser adiado

Depois de autoridades sanitárias da cidade de Guayaquil visitarem o hotel onde está concentrada ...

22 minutos Atrás

Ministério da Saúde autoriza o retorno de até 30% dos torcedores nos jogos do Brasileirão

Nesta terça-feira, o ministro da saúde, Eduardo Pazuello, autorizou o retorno de até 30% do…

22 minutos Atrás

Ainda não foi definida data para ‘follow on’ da BR Distribuidora, diz Petrobras

Em comunicado ao mercado nesta terça-feira, 22, a Petrobras afirma que ainda não foi definida…

23 minutos Atrás

Ainda não foi definida data para ‘follow on’ da BR Distribuidora, diz Petrobras

Em comunicado ao mercado nesta terça-feira, 22, a Petrobras afirma que ainda não foi definida…

23 minutos Atrás

Surto de covid-19 no Flamengo leva autoridades do Equador a fechar estádio que receberia jogo

Autoridades de saúde do Equador decidiram nesta terça-feira fechar o estádio Monumental, de ...

25 minutos Atrás

Estádio do Barcelona de Guayaquil é interditado e confronto com Flamengo deve ser adiado

O jogo marcado para esta terça-feira (22) entre Barcelona e Flamengo pela Libertadores poderá ser…

26 minutos Atrás

Apple diz que alguns usuários estão enfrentando problemas com App Store e outros serviços

A Apple disse nesta terça-feira que alguns de seus usuários estavam tendo problemas ao acessar…

27 minutos Atrás

Abdib: encampação da Linha Amarela traz estragos para além do setor rodoviário

A Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib) demonstrou preocupação com o desfecho…

29 minutos Atrás

Abdib: encampação da Linha Amarela traz estragos para além do setor rodoviário

A Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib) demonstrou preocupação com o desfecho…

29 minutos Atrás

Whats Notícias, usa os cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.