Categorias: G1

Hospitais de campanha do RJ, ainda sem data para abrir, podem ser usados pelo estado após pandemia

Governo do RJ quer que empresários assumam gestão das unidades. Reunião na segunda-feira (1) definirá como isso será feito. Seis hospitais de campanha do estado continuam com destino incerto A secretaria estadual de Saúde estuda a possibilidade de us...

Governo do RJ quer que empresários assumam gestão das unidades. Reunião na segunda-feira (1) definirá como isso será feito. Seis hospitais de campanha do estado continuam com destino incerto A secretaria estadual de Saúde estuda a possibilidade de usar os hospitais de campanha após o fim da pandemia. A informação foi de fontes da pasta ouvidas pelo RJ2. A ideia é que essas unidades ajudem a normalizar os atendimentos nos hospitais da rede estadual. Iabas não sabe quando hospitais de campanha de São Gonçalo e Nova Iguaçu vão abrir Governo do RJ diz que vai manter isolamento e definirá flexibilização 'nos próximos dias' Com recorde de aumento em 24 horas, RJ passa de 52 mil casos de Covid-19; mortes são 5,2 mil Dos sete hospitais de campanha, previstos pelo governo estadual, apenas a unidade do Maracanã funciona. Será o único a permanecer sob a gestão da organização social Iabas. A Os terá que terminar as obras e equipar as outras seis unidades. Segundo a secretaria de Saúde, todo o material, como respiradores e macas, pertence ao estado. Os hospitais de campanha de Duque de Caxias, Nova Iguaçu, São Gonçalo, Nova Friburgo, Campos e Casimiro de Abreu seriam administrados por grupos de empresários da rede de saúde. Eles ficariam encarregados, por exemplo, da compra de medicamentos e contratação de pessoal. Os aspectos do novo contrato serão definidos numa reunião, na próxima segunda-feira (1) com procuradores do estado. No encontro vão ser definidos prazos de inauguração, responsabilidades, repasse de valores. A avaliação na secretaria é que a estrutura dos hospitais de campanha, se bem conservada, pode durar até cinco anos. Esse tempo seria utilizados para reestruturar os hospitais do estado, já que sempre sofreram por filas de espera em leitos de UTI.

G1

Leia Também:
Compartilhar

Deixe seu comentário

Postagens recentes

Homem fere 4 em ataque perto da antiga redação do Charlie Hebdo

PARIS, 25 SET (ANSA) – Ao menos quatro pessoas ficaram feridas em um ataque próximo…

12 minutos Atrás

Montadora lança programa de carro por assinatura por R$ 9,6 mil

A queda no mercado brasileiro de veículos em razão da crise provocada pela pandemia do…

18 minutos Atrás

Montadora lança programa de carro por assinatura por R$ 9,6 mil

A queda no mercado brasileiro de veículos em razão da crise provocada pela pandemia do…

19 minutos Atrás

Equipes de resgate enfrentam tarefa difícil após morte de baleias na Austrália

Após dias de trabalho em águas geladas, cercados pelos gritos de dor das baleias encalhadas…

23 minutos Atrás

Kim faz raro pedido de desculpas por morte de sul-coreano

SEUL, 25 SET (ANSA) – O ditador norte-coreano, Kim Jong-un, pediu formalmente desculpas pela morte…

24 minutos Atrás

‘É preciso imunizar as pessoas contra a desinformação’

É possível “imunizar” as pessoas contra desinformação? A diretora do Stanford Health Communication Initiative, Seema…

29 minutos Atrás

Na pandemia, um austero Miss Venezuela premia beleza sem improvisos

Entre aplausos gravados, Mariangel Villasmil, uma estudante de psicologia de 24 anos, foi premiada Miss…

31 minutos Atrás

Audi pode deixar de produzir carros no Brasil se governo não pagar dív

O presidente da Audi do Brasil, Johannes Roscheck, disse ontem que a empresa vai deixar…

32 minutos Atrás

Audi pode deixar de produzir carros no Brasil se governo não pagar dív

O presidente da Audi do Brasil, Johannes Roscheck, disse ontem que a empresa vai deixar…

32 minutos Atrás

Audi pode deixar de produzir carros no Brasil se governo não pagar dívida

O presidente da Audi do Brasil, Johannes Roscheck, disse ontem que a empresa vai deixar…

33 minutos Atrás

Audi pode deixar de produzir carros no Brasil se governo não pagar dívida

O presidente da Audi do Brasil, Johannes Roscheck, disse ontem que a empresa vai deixar…

33 minutos Atrás

Whats Notícias, usa os cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.