Categorias: G1

Justiça suspende instalação de hospital de campanha em imóvel do qual prefeita de Glória do Goitá é herdeira

Fazenda Boa Esperança pertence ao espólio da falecida mãe de Adriana Paes (PR). Hospital de Campanha de Glória do Goitá seria instalado em casa de família da prefeita Adriana Paes Prefeitura de Glória do Goitá/Divulgação O Tribunal de Justiça de...


Fazenda Boa Esperança pertence ao espólio da falecida mãe de Adriana Paes (PR). Hospital de Campanha de Glória do Goitá seria instalado em casa de família da prefeita Adriana Paes Prefeitura de Glória do Goitá/Divulgação O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) determinou a suspensão de um contrato para instalação de um hospital de campanha para tratar pacientes com o novo coronavírus em Glória do Goitá, na Zona da Mata. Segundo a liminar, o imóvel onde a unidade de saúde seria instalada pertence ao espólio da falecida mãe da prefeita Adriana Paes (PR), que, portanto, seria uma herdeira. Saiba como ficam os serviços no estado Confira o que é #FATO ou #FAKE sobre o coronavírus Coronavírus: veja perguntas e respostas A decisão foi assinada no sábado (30), pelo juiz Gabriel Araújo Pimentel, da Comarca de Glória do Goitá. Na decisão, ele afirmou que o contrato firmado para utilização do espólio de Fernanda Dornelas Câmara Paes, mãe da prefeita, é uma "afronta direta à Constituição". Isso porque, no contrato, está estabelecido que "o município fará investimentos com verba pública para a adequação do imóvel do espólio como hospital de campanha, mas o bem será posteriormente devolvido ao espólio, com todas as benfeitorias". O imóvel, localizado na Fazenda Boa Esperança, seria alugado por 180 dias, com possibilidade de prorrogação. Todas as despesas de manutenção e conservação seriam custeadas pela prefeitura, inclusive as decorrentes das adequações estruturais necessárias. A decisão do juiz afirma, ainda, que há afronta ao princípio constitucional da moralidade e que há "indícios de enriquecimento ilícito da gestora pública - e dos demais herdeiros - que, sob o subterfúgio de estar cedendo um bem para o combate da Covid-19, está na verdade valendo-se de verbas públicas para valorizar um patrimônio próprio, dada a condição de herdeira do espólio". Na decisão, o juiz determina, ainda, multa diária de R$ 5 mil, caso haja desobediência. O G1 entrou em contato com a prefeitura de Glória de Goitá, para saber se a administração vai recorrer da decisão, mas não recebeu resposta até a última atualização desta reportagem. Covid-19 em Pernambuco Pernambuco registrou, até o sábado (30), mais 1.172 casos confirmados do novo coronavírus, além de 71 mortes. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), há, ao todo, 33.427 casos e 2.740 óbitos de pacientes com a Covid-19 no estado, números registrados desde 12 de março, quando houve os dois primeiros casos da doença. Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia do covid-19 Initial plugin text

G1

Leia Também:
Compartilhar

Deixe seu comentário

Postagens recentes

Rami Youssef revela destino dos perdedores do Emmy 2020

O esquema diferenciado de produção remota do Emmy 2020 providenciou o envio de troféus da…

1 hora Atrás

Whats Notícias, usa os cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.